POLITICA EM DIA

POLITICA EM DIA
NOTÍCIAS EM GERAL

terça-feira, 26 de junho de 2012

POLÍTICA MARTINENSE /// CONVITE

 
Amigos e amigas, sábado, dia 30 de Junho de 2012, à partir das 15 horas, acontecerá a Convenção do Democratas, partido ao qual sou filiada e pelo qual pretendo me candidatar ao cargo de Prefeita de Martins.

Para Martins seguir avançando, precisamos fazer valer a força da união!

União em prol do futuro de nossa terra!

Sua presença é muito importante para mim!

Grande abraço a todos,
Olga Fernandes

Fonte -  blog.patunews.com.br

segunda-feira, 25 de junho de 2012

POLÍTICA DE SERRINHA DOS PINTOS/RN

Serrinha dos Pintos: Nomes de Rosânia e Chicão são homologados em convenção

Aconteceu no início da noite de sábado, 23/06, em Serrinha dos Pintos RN a homologação das coligações em convenção para escolha dos candidatos a Prefeito, Vice-Prefeito e Vereadores do Município.
 
 Muito aplaudido prefeito Chiquinho Freitas, carinhosamente conhecido
 como Chiquinho de Ana


 Prefeito Chiquinho e a deputada federal Fátima Bezerra

 
 Deputada Fátima Bezerra com a candidata a prefeita Rosânia

 Chiquinho, Fátima, Rosânia e o atual vice-prefeito Chicão candidato à reeleição
 
FONTE - http://gardeniaoliveira.blogspot.com.br

POLÍTICA UMARIZALENSE

Democratas de Umarizal realiza Convenção e oficializa nomes de Mano e Marcos

 
Em meio ao clima otimista, o Democratas de Umarizal realizou na noite de ontem (22) sua convenção partidária e formalizou a chapa encabeçada pelo vice-prefeito Mano para concorrer ao cargo de chefe do executivo municipal e do vereador Marcos como vice-prefeito nas próximas eleições, assim como, homologou a candidatura de vários candidatos a vereador.

Com uma grande participação popular e com a presença de lideranças políticas, como o deputado estadual Getúlio Rego, ex-prefeito Adson Luiz, ex-prefeito Gilson, prefeito Rogério, vereadores, entre outros, a coligação “Unidos por Umarizal” se mostrou firme e pronta para a disputa.
 
 FOTOS DA CONVENÇÃO
 
FONTE - http://muralderiachodacruz.blogspot.com.br

POLÍTICA PAUFERRENSE

Fabrício Torquato e Zélia Leite foram oficializados, em convenção partidária, como pré-candidatos da chapa situacionista.


O BNB Clube de Pau dos Ferros, na tarde deste Domingo (24), estava lotado para o evento que homologou os nomes de Fabrício Torquato e Zélia Leite, ambos dos DEM, como aqueles que vão disputar o comando da Prefeitura de Pau dos Ferros.
O evento foi prestigiado por diversos prefeitos da região, assim como, pré-candidatos de municípios vizinhos, lideranças locais e os pré-candidatos a vereador da coligação DEM, PSDB e PSDC, em Pau dos Ferros.

Estiveram presentes e levaram a sua mensagem aos correligionários, o Deputado Estadual, Getúlio Rego e Deputado Federal, Felipe Maia, que parabenizaram pela grande festa. Eles ainda afirmaram que uma chapa que foi formada seguindo a vontade do povo, não poderia ter uma festa menor que aquela, “tão contagiante”, comentou Felipe.

O presidente do Democratas e Prefeito de Pau dos Ferros, Leonardo Rego, destacou que Fabrício Torquato é o candidato do Democratas, pois essa é a vontade do povo. “Seu nome destacou-se por seu trabalho. Você mostrou-se um líder. Mostrou que tem luz própria”, enfatizou Leonardo. 

Zélia Leite e Fabrício Torquato horas antes da convenção.

Já Zélia Leite, em vários momentos, mostrava-se emocionada com o carinho e o entusiasmo dos milhares de correligionários presentes. “Toda essa alegria é resultado de uma chapa que a população escolheu”, destacou a pré-candidata a vice-prefeita. Ela complementou que, desta forma, os eleitores vão seguir livres para mostrar quem tem as melhores propostas para governar os rumos de Pau dos Ferros.

Em seu pronunciamento, o pré-candidato, Fabrício Torquato, antecipou como serão os seus discursos “propositivos e sem ataques. Pois Pau dos Ferros já mostrou que quer pessoas com capacidade e vontade de trabalhar”. Ele ainda complementou afirmando, que é pré-candidato, pois sabe que tem condições de trabalhar por Pau dos Ferros, e reconheceu a revolução que Pau dos Ferros viveu nos últimos oitos anos e, por isso, “quero fazer a minha parte neste crescimento”, frisou.

Ao final, convidou a sua companheira de chapa, Zélia e, ao lado dela, falou da sua satisfação em entrar nesta eleição, ao lado de uma mulher batalhadora e que não mede esforços, nem tempo, para ajudar Pau dos Ferros e a sua população. 


 Texto: Assessoria
Fotos: Franskin Leite
FONTE:  http://politicapauferrense.blogspot.com.br/ 

























































































































































































































MICARLA DESISTE DA REELEIÇÃO

Micarla confirma que não irá concorrer a reeleição em pronunciamento 

 (Eduardo Maia/DN/D.A. Press)
MICARLA DE SOUZA (PREFEITA DE NATAL)
Por volta das 18h10 desta segunda-feira a prefeita Micarla de Sousa iniciou o pronunciamento sobre os rumos do Partido Verde para as eleições de Natal. Micarla confirmou que não sairá candidata a reeleição.
  “Agora é hora de parar, não digo que é um adeus. Apenas um até breve", disse a prefeita. Durante o pronunciamento, Micarla ainda falou sobre sua gestão, os desafios que enfrentou e os escândalos de gestões passadas.

Micarla também se emocionou durante seu pronunciamento ao falar que dedicará atenção a sua família e encerrou sua fala sem apresentar qual candidato irá apoiar nas eleições.


FONTE -REDAÇÃO DIARIODENATAL.COM.BR
VIA  DNONLINE

PROPAGANDA ELEITORAL GRATUITA

TSE define regras para veiculação de propaganda eleitoral gratuita


 
FOTO/BLOG POLÍTICA EM DIA
O horário eleitoral gratuito começa nas emissoras de rádio e de televisão no próximo dia 21 de agosto, 45 dias antes do primeiro turno das eleições, e vai até o dia 4 de outubro, três dias antes do primeiro turno. Nos municípios onde houver segundo turno, a data limite para o início do período de propaganda eleitoral gratuita é no dia 13 de outubro, 15 dias antes da eleição. O último dia previsto no calendário eleitoral deste ano para esse tipo de propaganda é no dia 26 de outubro, dois dias antes do segundo turno.

A propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão está prevista na Lei dos Partidos Políticos (Lei nº 9.096/1995). São obrigadas a transmitir a propaganda eleitoral as emissoras de rádio, inclusive as rádios comunitárias, e as emissoras de televisão que operam em VHF e UHF e os canais de televisão por assinatura sob a responsabilidade das câmaras municipais.

Convocação

A resolução aprovada pelos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estabelece que os juízes eleitorais deverão convocar, a partir do dia 8 de julho deste ano, os partidos políticos e as coligações e os representantes das emissoras de rádio e televisão para elaborar o plano de mídia relativo ao horário gratuito de propaganda eleitoral.

Nos municípios em que a veiculação da propaganda eleitoral for realizada por mais de uma emissora de rádio ou de televisão, as emissoras geradoras poderão se reunir em grupo único. Esse grupo ficará, então, encarregado de receber as mídias contendo a propaganda eleitoral e será responsável pela geração do sinal que deverá ser retransmitido por todas as emissoras.


Entrega e substituição das mídias
 
A resolução do TSE estabelece que as mídias apresentadas deverão ser individuais e conter apenas uma peça de propaganda eleitoral, seja ela destinada ao bloco da propaganda no horário eleitoral ou às inserções. As mídias deverão ser gravadas e apresentadas em meio de armazenamento compatível com as condições técnicas da emissora geradora.

Até o dia 1º de agosto, as emissoras deverão informar os tipos compatíveis de armazenamento aos diretórios municipais dos partidos políticos do município, cuja propaganda será veiculada por elas.

Se o partido político ou a coligação, dentro dos horários de entrega permitidos, desejar substituir a propaganda por outra a ser exibida no lugar da anteriormente indicada, deverá, além de respeitar o prazo de entrega da mídia, indicar, com destaque, que a nova mídia substitui a anterior.

Pela resolução aprovada, os partidos políticos e coligações deverão entregar, contra recibo, por meio de formulário em duas vias, as mídias contendo os programas que serão veiculados no horário gratuito, em bloco, com antecedência mínima de quatro horas do horário previsto para o início da veiculação, no posto de atendimento do grupo de emissoras.

Os partidos políticos e as coligações deverão indicar ao grupo de emissoras ou à emissora responsável pela geração, até o dia 15 de agosto, as pessoas autorizadas a entregar as mídias contendo os programas que serão veiculados no horário gratuito, comunicando eventual substituição com 24 horas de antecedência mínima.

Se o partido político ou a coligação não entregarem, na forma e no prazo previstos, a mídia com o programa a ser veiculado, ou ela não tenha condições técnicas para veiculação, deverá ser retransmitido o último programa entregue, no horário reservado para aquele partido ou coligação.

Em caso de segundo turno no município, os blocos de 20 minutos no horário eleitoral serão distribuídos igualitariamente entre os partidos políticos ou as coligações dos candidatos concorrentes, iniciando-se por aquele que teve a maior votação, com a mudança da ordem a cada programa.


Obrigatoriedade

As emissoras obrigadas por lei a transmitir a propaganda eleitoral não poderão deixar de exibi-la sob a alegação de desconhecimento das informações relativas à captação do sinal e à veiculação da propaganda eleitoral.

Pela resolução aprovada, as emissoras não poderão deixar de exibir a propaganda eleitoral, salvo na hipótese de o partido político ou a coligação deixar de entregar ao grupo de emissoras ou à emissora geradora as respectivas mídias, hipótese em que deverá ser reexibida a propaganda anterior.

Não sendo transmitida a propaganda eleitoral, o juiz eleitoral, a requerimento dos partidos políticos, das coligações, dos candidatos ou do Ministério Público Eleitoral, poderá determinar a intimação pessoal dos representantes da emissora para que esta transmita a propaganda eleitoral gratuita. Isso sem prejuízo do ajuizamento da ação cabível para a apuração de responsabilidade ou de eventual abuso, observados o contraditório e a ampla defesa.

No caso de divulgação da propaganda eleitoral de apenas um ou de alguns partidos políticos e/ou coligações, o juiz eleitoral poderá determinar a exibição da propaganda eleitoral dos partidos políticos ou coligações, não veiculada, no horário da programação normal da emissora, arcando esta com os custos da exibição.
 
 

 FONTE
    
    VIA   DNONLINE

sexta-feira, 22 de junho de 2012

POLÍTICA MARTINENSE

AGUARDEM!!!!

EM BREVE TUDO SOBRE A POLÍTICA DA SERRA DE MARTINS/RN.

SERÁ QUE O...

DEIXA PRA DEPOIS, MAS A MINHA LÍNGUA ESTÁ PEGANDO FOGO.

SOBRE MICARLA DE SOUZA (PREFEITA DE NATAL/RN)


Micarla de Sousa adia anúncio
 
 
MICARLA DE SOUZA
A prefeita de Natal Micarla de Sousa (PV) adiou o anúncio da candidatura à reeleição. Previsto para ocorrer na manhã desta sexta-feira, a entrevista coletiva da gestora foi marcada para a próxima segunda-feira, às 10h, na sede do Partido Verde.

O presidente de honra do PV, Rivaldo Fernandes, explicou que o adiamento foi motivado porque a prefeita irá dedicar hoje o dia a participar da audiência pública sobre a Copa do Mundo, evento que ocorrerá no CEMURE, em Cidade da Esperança. Fernandes confirmou que a definição da prefeita é para ser candidata a reeleição.

"A prefeita chegou ontem (quarta-feira) do Rio de Janeiro. Ela também vai aproveitar esses dias para fechar algumas alianças", disse o presidente de honra do PV. Ele confirmou que o apoio do PP já está fechado e as negociações estão ocorrendo para atrair o apoio do PSC, que tem como líder o vereador Osório Jácome, o PMN, do deputado Antônio Jácome, e ainda o PCB.

Vice indefinido

O ex-secretário municipal de Obras Públicas e Infraestrutura Sérgio Pinheiro (PTN) afirmou que ainda não respondeu ao convite para ser vice da prefeita Micarla de Sousa. Segundo ele, a prioridade, no momento, é fechar a aliança proporcional que será integrada pelo PTN, PRTB, PT do B, PRT, PSDC e PTC. "Vamos

unir esses partidos pequenos, acreditamos que poderemos fazer três ou quatro vereadores", disse Sérgio Pinheiro.

O plano do PTN era lançar Pinheiro como candidato a prefeito de Natal. O ex-secretário da Prefeitura de Natal é ponderado ao falar sobre o convite da prefeita Micarla de Sousa. "Nós (ele e Micarla de Sousa) ainda teremos uma última conversa", completou.


FONTE -   TRIBUNA DO NORTE

O GRANDE ANÚNCIO DE WILMA


Wilma anuncia hoje se vai concorrer a um mandato


O final desta semana marca o desfecho das definições de algumas das líderes políticas de Natal. A ex-governadora Wilma de Faria, presidente estadual do PSB,  anunciará hoje o seu destino político no pleito municipal deste ano.  Amanhã será a vez da prefeita Micarla de Sousa, presidente municipal do PV, anunciar que será candidata a reeleição.

Rodrigo SenaWilma de Faria convocou vereadores do PSB para uma reuniãoWilma de Faria convocou vereadores do PSB para uma reunião

A ex-governadora Wilma de Faria marcou para a manhã de hoje uma reunião com os vereadores da bancada do PSB. Aos parlamentares ela anunciará a  definição para o pleito municipal. A chefe do Executivo está entre ser candidata a vice-prefeita na chapa do ex-prefeito Carlos Eduardo (PDT) ou disputar o cargo de vereadora da capital potiguar. Um indício de que ela lida com a probabilidade de ser vice de Carlos Eduardo está concentrado no fato de que não fez sondagem com correligionários sobre o cargo de vice.

Depois de se reunir com os vereadores, na manhã de hoje, a presidente estadual do PSB irá também ao encontro do ex-prefeito Carlos Eduardo, para fazer o anúncio oficial. A única certeza, no momento, é que a indicação do vice será do PSB.

Outra fato consumado entre as alas pedetistas e peessebistas é que os dois partidos farão coligação também na proporcional. Os demais partidos que integrarão a aliança com Carlos Eduardo comporão outra chapa proporcional. Mas permanece um impasse entre o PC do B, presidido por Antenor Roberto, e o PPS, que tem como presidente o ex-deputado Wober Júnior.

O PC do B já disse que não deseja integrar a mesma proporcional do PPS. A legenda de Wober Júnior, por outro lado, já afirmou que deseja se coligar na segunda proporcional, deixando a primeira com PSB e PDT. Está exatamente aí o impasse da proporcional com a indefinição de como acomodar PPS e PC do B. 


FONTE -   TRIBUNA DO NORTE

A POLÍTICA REALMENTE É UMA CAIXINHA DE SURPRESA


Carlos convida Wilma para ser candidata a vice


FOTO/BLOG POLÍTICA EM DIA
O ex-prefeito Carlos Eduardo, pré-candidato pelo PDT, oficializou ontem o convite para a ex-governadora Wilma de Faria, presidente estadual do PSB, ser candidata a vice-prefeita na chapa dele. A ex-governadora anunciará publicamente hoje a decisão, mas a tendência é que ela aceite o convite e integre a coligação como vice. Assessores próximos aos dois políticos afirmaram que a Wilma de Faria foi "muito receptiva" e deve, hoje, confirmar a opção de disputar o pleito na chapa majoritária na aliança com o ex-prefeito.

Na véspera de anunciar o destino político para o pleito 2012, Wilma de Faria se reuniu com os vereadores do PSB, mas a eles também não adiantou a decisão. No final da tarde de ontem, Carlos Eduardo foi à residência dela. Na ocasião, fez o convite oficialmente.  Para a noite de ontem ainda estava prevista uma conversa da ex-governadora com o ex-governador Iberê Ferreira e com a deputada federal Sandra Rosado. Os dois são do PSB. Nessas reuniões, Wilma de Faria deverá comunicá-los sobre a decisão antes do anúncio oficial, provavelmente na manhã de hoje.

"A experiência dela é muito importante para nossa campanha e para uma administração que vai se dedicar à recuperação da cidade", afirmou Carlos Eduardo, ontem, ao confirmar que fez o convite. Ele disse que tomou conhecimento que integrantes do PSB e dos demais partidos que formam a coligação são favoráveis à presença da ex-governadora na chapa majoritária. "Os partidos demonstraram isso. Ela tem um contribuição muito importante para nosso município. Pode colaborar. É com isso que pretendemos contar", afirmou Carlos Eduardo.

A alternativa de ser candidata a vice-prefeita surge para Wilma de Faria como uma forma de continuar no cenário político, já visando o pleito de 2014, quando deverá ser candidata a deputada federal.

Wilma de Faria foi eleita pela primeira vez em 1986 para o mandato de deputada constituinte. Em 1988, venceu a eleição para a Prefeitura. Em 1992, voltou a disputar a Prefeitura e venceu novamente. Foi reeleita. Em abril de 2002, renuncia à Prefeitura para disputar o governo do estado, sendo eleita com 820.541 votos. Em 2006, foi reeleita governadora.

Convenções iniciam neste sábado

Amanhã começarão as homologações dos candidatos a prefeito da cidade de Natal. O ex-prefeito Carlos Eduardo terá o nome para a disputa confirmado oficialmente na convenção do PDT, que acontecerá nesse sábado no ginásio da Cidade da Esperança. Já o deputado estadual Fernando Mineiro será homologado no próximo domingo, na convenção do Partido dos Trabalhadores que será realizada na Assembleia Legislativa. Esses dois pré-candidatos também vão confirmar as escolhas de vice hoje. O de Carlos Eduardo virá do PSB, com grande chance de ser a ex-governadora Wilma de Faria. O PT irá com uma chapa "puro-sangue" e deverá indicar o professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte Carlos Alberto Medeiros.

Amanhã, além do PDT, o PSB, presidido pela ex-governadora Wilma de Faria, e o PSD, do vice-governador Robinson Faria, também farão as convenções. Ambos apoiarão a candidatura de Carlos Eduardo.

Os demais pré-candidatos deixaram para o último dia previsto por lei, o outro sábado (30 de junho), para promoverem as convenções. A prefeita Micarla de Sousa (PV), o deputado federal Rogério Marinho (PSDB) e o deputado estadual Hermano Morais (PMDB) estarão sendo homologados no próximo final de semana e ainda não fizeram a escolha de vice.

No caso do PV, que terá como candidata a prefeita Micarla de Sousa, o convite para vice foi feito ao ex-secretário municipal de Obras Públicas e Infraestrutura, Sérgio Pinheiro (PTN). Ele ainda não respondeu a prefeita, mas em entrevista a imprensa ponderou que a gestora havia definido pela candidatura "muito tarde".


FONTE -  TRIBUNA DO NORTE

terça-feira, 19 de junho de 2012

POLÍTICA NATALENSE



Coligação de Carlos Eduardo deve lançar duas chapas proporcionais



FOTO/BLOG POLÍTICA EM DIA
Os partidos que apoiarão a candidatura de Carlos Eduardo Alves (PDT) à Prefeitura do Natal fecharam, em reunião realizada nesta terça-feira (19), a proposta de se dividir em duas coligações proporcionais. Uma delas reuniria PDT, PSB e PPS, enquanto na outra entrariam PRB, PC do B, PPL e PTC.

Segundo o secretário-geral do PDT, Jonny Costa, a ideia teve consenso entre todos os representantes dos partidos presentes ao encontro. “Agora falta apenas a aprovação dos presidentes das siglas. Teremos nova reunião, nesta quarta-feira (20), para bater o martelo”, acrescenta.


O objetivo da “arrumação” é acomodar os interesses das agremiações na eleição para vereador. “Cada coligação pode lançar no máximo 58 candidatos. Essa proposta nos permite lançar 116, divididos nas duas chapas”, explica Jonny.


Segundo ele, a vaga de vice-prefeito será ocupada pelo PSB, que ainda não indicou o nome. As especulações giram torno da ex-governadora Wilma de Faria, da vereadora Júlia Arruda e do ex-secretário de Obras Damião Pitta.


FONTE -  Fábio Araújo / Da Redação Natal

VIA  JORNAL DE FATO

MAIS DE 6 MIL ESTÃO INELEGÍVEIS

Mais de 6 mil políticos com cargo público estão inelegíveis, diz TCU

Zymler lembra que decisões já estão transitadas em julgado
Brasília - Mais de 6 mil políticos que ocupam algum cargo de gestão no serviço público já estão inelegíveis por oito anos a contar das eleições municipais de outubro. Essas pessoas tiveram suas contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e, por isso, serão atingidos pela Lei da Ficha Limpa.

A informação é do presidente do TCU, Benjamim Zymler, que nesta terça (19), à tarde, entrega a lista completa dos gestores, às 17 horas, à presidenta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Cármen Lúcia. “Este é um momento muito importante porque dá consequência concreta ao julgamento das contas irregulares do TCU”, destacou o presidente do tribunal.

Zymler acrescentou que além da punição por multas e quitação dos débitos pendentes por causa de má gestão de recursos públicos, essas pessoas estarão inelegíveis. O ministro lembrou que todos os gestores tiveram suas contas julgadas em caráter definitivo, prerrogativa para que uma pessoa seja enquadrada na Lei da Ficha Limpa.

“Realmente essa é uma consequência importante, e muito bem-vinda a possibilidade de tornar inelegíveis aqueles que não souberam lidar com o dinheiro público de forma adequada”, ressaltou Benjamim Zymler. O presidente do TCU lembrou que esses gestores tiveram direito, até a última instância, à ampla defesa.

O presidente do TCU entregou nesta terça ao presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), o relatório de análise das contas do governo federal. As ações da presidenta Dilma Rousseff em seu primeiro ano de gestão foram aprovadas com 25 ressalvas e 40 recomendações, já encaminhadas ao Executivo. O relator, ministro José Múcio Monteiro, destacou que todas as ressalvas estão relacionadas a aspectos de conformidade da receita pública, da dívida pública, da execução do orçamento e das demonstrações contábeis.


FONTE -  Agência Brasil

VIA   JORNAL DE FATO

MOSSORÓ/RN PODERÁ TER 4 CANDIDATOS AO PALÁCIO DA RESISTÊNCIA

PSOL e PSDC não chegam a acordo


PSOL e PSDC não chegaram a um entendimento. Com isso cada legenda terá seu próprio candidato a prefeito na disputa para chegar ao Palácio da Resistência. Com isso Mossoró deverá ter quatro postulantes ao cargo.
FOTO/BLOG POLÍTICA EM DIA

O presidente do diretório municipal do PSOL, professor Ronaldo Garcia, disse que a legenda conseguiu o mais difícil: receber autorização dos diretórios estadual e nacional para se coligar com o PSDC, uma legenda considerada de centro-direita. "Nós do PSOL ficamos felizes por essa liberação, mas infelizmente não deu certo", lamenta.

O problema que resultou na divisão partidária foi o fato de PSOL e PSDC não abrirem mão da cabeça na chapa proporcional. Os socialistas entendem que por terem maior tempo de TV e direito a participar dos debates na TV não poderiam ficar de fora do pleito.
 
 "No começo o professor Josué Moreira nos procurou para que eu fosse o candidato a prefeito, não posso por causa de minhas atividades acadêmicas. Por conta disso Josué ficou numa situação de não ter mais interesse em se aliar conosco", explica Ronaldo Garcia, que em 2010 foi candidato ao Senado, conquistando mais de 2 mil votos em Mossoró.

Com isso o PSOL deve escolher entre o enfermeiro Raimundo Nonato Sobrinho, o "Cinquentinha", ou o economiário Heriberto Souza. "Já fizemos uma prévia que teve um problema com a direção estadual. Na ocasião 'Cinquentinha' venceu. Tudo leva a crer que ele será o nosso candidato", avaliou.

O PSOL realiza convenção no dia 24, na Escola Municipal Dinarte Mariz.

Já o PSDC já tem o nome do professor Josué Moreira como pré-candidato. Na próxima quinta-feira será anunciado o nome do candidato a vice. "Pode ser um homem ou uma mulher", acrescenta.

Sobre o fato de a aliança não ter dado certo, Josué lamenta. "Houve uma dificuldade porque nossos pensamentos são diferentes. Foi apenas uma questão estratégica", concluiu.
   


Fonte:   Redação do Jornal  O Mossoroense

ELEIÇÕES 2012


Wilma está em articulação


WILMA DE FARIA
A ex-governadora Wilma de Faria, presidente estadual do PSB, está ultimando a posição política que adotará no pleito de 2012. Ontem ela manteve diversas conversas com aliados políticos e no final da tarde esteve com o ex-prefeito Carlos Eduardo, pré-candidato a prefeito de Natal pelo PDT, que já recebeu o apoio declarado do PSB.

A dúvida da ex-governadora Wilma de Faria reside em uma alternativa que ela deverá adotar onde tem três opções: atuar no pleito apoiando a coligação, ser candidata a vice-prefeita na chapa do PDT ou disputar uma vaga de vereadora na Câmara Municipal da capital potiguar.

Caso opte por apenas apoiar no pleito de 2012, a ex-governadora deverá focar não apenas na eleição de Natal, mas nos demais municípios potiguares onde o PSB tem maior penetração, já que os planos da líder peessebista é entrar na disputa em 2014. A auto-indicação para ser candidata  vice também não está descartada.

Será do PSB a escolha do nome de vice na chapa de Carlos Eduardo. Até o momento, Wilma de Faria não fez qualquer sondagem com os correligionários, o que leva a apontar que hoje ela própria cogita ser vice na chapa do PDT.

A terceira alternativa da ex-governadora seria entrar na disputa para a Câmara de Vereadores. Nesse caso, se optar por essa terceira via, o projeto de Wilma de Faria contemplaria formar uma maior bancada no Legislativo, já que está em Natal seu principal colégio eleitoral e ela poderia atuar como "puxadora de voto". Além disso, a ex-governadora tentaria ser, caso eleita, presidente da Câmara Municipal.

Por enquanto, a líder do PSB faz mistério. "Não vou conceder entrevista agora. Não vou antecipar e nem ficar alimentando  essas informações", disse a ex-governadora. Durante todo dia de ontem ela recebeu muitos aliados políticos,tanto do interior quanto da capital. Mas Wilma de Faria ainda não fez qualquer anúncio aos vereadores do PSB, com quem vem mantendo reuniões para tratar dos rumos do partido no pleito deste ano.


FONTE - TRIBUNA DO NORTE

sábado, 16 de junho de 2012

IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

Ilícitos penais // TCE condena mais nove ex-prefeitos por improbidade


FOTO/BLOG POLÍTICA EM DIA
O ex-prefeito de João Câmara, Ariosvaldo Targino de Araújo, foi condenado pelo Tribunal de Contas do Estado a restituir aos cofres públicos R$ 1.312.232,18 referentes a cheques compensados mas sem documentos comprobatórios de despesas. Relatado pelo conselheiro em substituição Cláudio José Freire Emerenciano, o ex-prefeito ainda foi condenado a devolver R$ 23.355,00 referentes a despesas autorizadas sem processo licitatório, e R$ 32.355,81, com o pagamento sem destinação específica comprovada. Os autos serão remetidos ao Ministério Público Estadual e Federal para apuração de eventual prática de atos de improbidade administrativa e/ou ilícitos penais.

Outro processo relatado por Emerenciano foi o da Prefeitura de São Rafael, relativo à prestação de contas referente ao 5º bimestre de 2002, do ex-prefeito José Ribamar de Souza. O voto foi pelo ressarcimento de R$ 57.109,41, alusivo a gastos realizados e não comprovados.

Ainda na sessão de ontem, o conselheiro Carlos Thompson relatou processos das prefeituras de Canguaretama, Jandaíra, Florânia, Nova Cruz e Alexandria. Em todos eles os ex-prefeitos foram condenados a devolver dinheiro ao erário. Já a conselheira Maria Adélia Sales julgou processos que culminaram com a condenação dos ex-gestores dos municípios de Maxaraguape, Extremoz e Serrinha dos Pintos. Os ex-prefeitos Amaro Alves Saturnino, Enilton Batista da Trindade e Luiz Gonzaga Queiroz também terão de ressarcir os cofres públicos.

Os processos serão remetidos ao MPE e MPF



FONTE - DIÁRIO DE NATAL 

ENTRE OS PROFESSORES E O JUDICIÁRIO, QUEM VENCERÁ E CONSEGUIRÁ O AUMENTO ?

Judiciário // Governo pode vetar aumento


FOTO/BLOG POLÍTICA EM DIA
Enquanto o governo do estado fica impedido de pagar os planos de cargos, carreira e salários dos servidores do Estado por estar acima do limite prudencial, os deputados estaduais concedem um generoso aumento nos subsídios dos juízes e promotores do Rio Grande do Norte. Os parlamentares aprovaram, por unanimidade, na última quarta-feira, um reescalonamento que aumentará o gasto com o pessoal do judiciário e do órgão fiscalizador. A proposta foi aprovada com dispensa de tramitação pelas comissões da Casa Mas, poderá ser vetada pelo governo, que ainda não se pronunciou sobre o assunto.

O gasto do poder judiciário do RN com pessoal é motivo de questionamento em alguns setores da sociedade. Apesar de só poder destinar o equivalente a 6% do total da receita corrente líquida do estado para pagamento de pessoal, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) utiliza quase todo o seu orçamento para esta finalidade. Em 2011, o TJRN destinou R$ 465.907.928,70 dos R$ 504.256.000,00 previstos no Orçamento Geral do Estado (OGE) para o órgão com pagamento da folha e demais despesas relativas a servidores. Dos recursos destinados ao Tribunal, apenas R$ 38.348.072,00 foram utilizados para o custeio das atividades das comarcas do estado.

Se o gasto do TJRN com pessoal já chega quase à totalidade do seu orçamento, a situação ficará ainda mais delicada se o projeto aprovado pela Assembleia for sancionado pela governadora Rosalba Ciarlini (DEM). O projeto de lei modifica a carreira salarial dos magistrados, aproximando a dos juízes federais. De acordo com a Associação dos Magistrados do RN, essa é uma reivindicação de 15 anos.

A mudança beneficia os 240 juízes que atuam nas comarcas do Rio Grande do Norte e cria um impacto de aproximadamente R$ 5 milhões aos cofres do poder judiciário potiguar.

No modelo atual, o juiz que está em início de carreira ganha um total de 10% a menos do que recebe um magistrado de primeira entrância (segundo nível da carreira do magistrado, que vai até a terceira entrância). O juiz de segunda entrância ganha 10% a menos do que o de terceira entrância, que recebe 10% a menos do que o teto remuneratório da magistratura estadual no valor de R$ 24.117,64, o salário de um desembargador.
 
 
FONTE -  DIÁRIO DE NATAL      ////     VIA  DNONLINE

DEUS É JUSTO, NÃO VAI PERMITIR.

Presidente da Câmara defende aumento de verba para deputados




DEP. MARCO MAIA
O presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), defende o aumento da verba destinada aos gabinetes dos deputados, utilizada para o pagamento de assessores contratados sem concurso público. Cada deputado tem disponível R$ 60 mil por mês para pagar salários de até 25 funcionários, que trabalham nos gabinetes na Câmara ou na base eleitoral do parlamentar.

"Sou favorável (ao reajuste). São servidores de gabinete que têm os salários mais baixos da Câmara e estão sem aumento há quase cinco anos. Assim que tivermos condições orçamentárias, cuidaremos disso", afirmou Maia na quinta-feira, durante entrevista coletiva. O presidente da Câmara, no entanto, disse não haver ainda previsão para esse reajuste.

Uma das propostas em estudo é a de reajustar a verba em 25%, alcançando R$ 75 mil por mês. Atualmente, o maior salário de assessor de gabinete é de R$ 8.040,00, considerando as gratificações. Sem elas, a maior remuneração é de R$ 4.020,00. Além da verba para contratar assessores para os seus gabinetes, o parlamentar tem direito a uma cota mensal para gastar com despesas de seus escritórios políticos nos Estados, passagens aéreas, alimentação e demais gastos considerados para o exercício do mandato.

Os deputados e os senadores têm o salário mensal de R$ 26,7 mil. Os parlamentares que não moram em apartamento funcional recebem auxílio-moradia no valor de R$ 3 mil.
 
FONTE - Estado de Minas

VEREADORA ?


PSB cogita candidatura na disputa proporcional


Presidente estadual do PSB, a ex-governadora Wilma de Faria analisa a possibilidade de entrar na disputa do pleito 2012 na capital potiguar. A assessores próximos e com marqueteiro a líder peessebista confidenciou a intenção dela ser candidata a vereadora ou de se autoindicar vice-prefeita na chapa do ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo (PDT).

Júnior SantosWilma de Faria avalia alternativas para o pleito deste ano em NatalWilma de Faria avalia alternativas para o pleito deste ano em Natal

A indicação de vice caberá ao PSB, em acordo firmado com o PDT, e poderá ser esse posto o escolhido por Wilma de Faria para entrar na disputa. A outra alternativa seria ser candidata a vereadora. Como tem em Natal o seu principal colégio eleitoral, a estratégia da presidente do PSB seria não apenas tentar chegar na Câmara, mas formar uma base densa para conseguir articular a eleição para presidente do Legislativo da capital potiguar.

Esta semana, Wilma de Faria conversou com o marqueteiro Alexandre Macedo, com o dirigente do PSB Genildo Pereira e com outros assessores próximos. A eles fez sondagens e deixou em aberto a possibilidade de entrar na disputa de 2012. Embora tenha como principal projeto político a eleição de 2014, onde poderá ser candidata a governadora, Wilma de Faria visualiza no pleito deste ano a possibilidade de se manter na vitrine política e com isso começar a mobilização para a disputa de daqui a dois anos.

A definição da ex-governadora deverá ocorrer na próxima semana, quando o PSB fará sua convenção e homologará o apoio ao ex-prefeito Carlos Eduardo, que disputará o Executivo.

Um dos fatos que levam a apontar Wilma de Faria como possível indicada a vice é porque, embora a aliança com o PDT tenha sido fechada há quase um mês, até o momento ela não fez sondagens com os políticos que poderiam ser indicados a vice, como a vereadora Júlia Arruda ou o ex-secretário municipal de Obras Damião Pitta.

Dirigentes partidários muito ligados a ex-governadora garantem que a tendência é Wilma indicar Wilma.

Proporcional

As divergências para compor a aliança proporcional entre o PDT, partido do ex-prefeito Carlos Eduardo, e as demais legendas da aliança deverão levar a composição de três chapas na disputa por vagas na Câmara Municipal de Natal.

O PDT fará aliança com o PSB para chapa proporcional. A outra aliança será entre o PC do B e algumas legendas menores que estão na aliança. Já o PRB fará a terceira proporcional também com parceiros ainda a serem definidos. Os acertos estão sendo feitos pelo próprio ex-prefeito Carlos Eduardo.

A estratégia de compor três chapas proporcionais é uma tentativa de acomodar os partidos para tentar alcançarem quociente eleitoral.


FONTE -  TRIBUNA DO NORTE

quinta-feira, 14 de junho de 2012

TRE/RN

TRE/RN mantém condenação contra Rogério


Rogerio
DEP. FED. ROGÉRIO MARINHO
Na sessão ordinária da terça-feira (12), o Pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN)negou provimento a agravo regimental interposto pelo deputado federal Rogério Marinho, insatisfeito com decisão monocrática do juiz da Corte, Jailson Leandro, que indeferiu pedido liminar em ação cautelar por ele proposta com o intuito de suspender os efeitos do recurso interposto contra a sentença que o condenou em processo de propaganda eleitoral extemporânea.

Em maio deste ano, Rogério Marinho foi condenado em ação proposta pelo Ministério Público Eleitoral, em razão de prática de propaganda extemporânea caracterizada através do projeto "Pensar Natal", que foi supostamente desenvolvido com o objetivo de discutir problemas da comunidade, além do uso do Twitter e seu site na internet para divulgação do projeto. Na sentença, a juíza da propaganda Maria Neíze de Andrade Fernandes condenou o deputado a suspender toda e qualquer atividade ou divulgação do projeto "Pensar Natal" antes do dia 06.07.2012, além da retirada de qualquer alusão ao referido projeto em seu site e Twitter, fixando multa no valor de R$ 1 mil por dia de descumprimento. Condenou ainda o representado a abster-se de se reunir com as comunidades para discutir problemas da cidade até a data de 6 de julho de 2012, bem como ao pagamento de multa no valor correspondente a R$ 10 mil, considerando o alcance da propaganda junto aos eleitores de Natal e a reincidência da conduta.

Ao interpor o pedido liminar na cautelar, Rogério Marinho alegou estar tendo seus direitos constitucionais de reunião e de expressão cerceados. Alegou ainda que a sentença da juíza da propaganda seria extrapetita, uma vez que o MPE não requereu a decretação da proibição das reuniões com as comunidades para discutir problemas da cidade antes de 06/07/2012. O juiz Jailson Leandro, relator do processo, ao analisar o pedido liminar, não vislumbrou os requisitos necessários a sua concessão, já que não reconheceu no pedido a fumaça do bom direito. Assim, indeferiu liminarmente a concessão do efeito suspensivo.

Inconformado com a decisão, Rogério Marinho interpôs agravo regimental contra ela, que foi julgado na sessão ordinária de ontem. Ao votar, Jailson Leandro asseverou que as reuniões do projeto têm sido acintosas, bastante divulgadas, e, embora não houvesse registro de que o deputado tivesse pedido voto, ainda assim, devido à grande repercussão do projeto, havia a pretensão implícita de angariar a preferência do eleitorado. "A impressão que eu tenho é que o candidato, com estas ações, já está em campanha", afirmou. Assim, votou no sentido de negar provimento ao agravo, no que foi seguido à unanimidade pelos seus pares, em sintonia com o Ministério Público Eleitoral, ficando mantida a decisão da juíza da 3ª Zona Eleitoral.
 
 
FONTE -  O MOSSOROENSE